Convidada de Honra
Maria Cândida Rocha e Silva
Presidente do Banco Carregosa

 

 

 

A Matriz Portuguesa – Sociedade Civil para o Desenvolvimento da Cultura e do Conhecimento realizou os “Encontros Femina – Pensar, Querer, Realizar em Português” no dia 20 de Outubro de 2015, no espaço expositivo “A presença Portuguesa no Oriente” do Museu do Oriente, num ambiente de Cultura e Património do Museu do Oriente, em Lisboa.
A Convidada de Honra partilhou com os convidados, ideias e conhecimento sobre a realidade empresarial e sociopolítica da actualidade, com a moderação de Madalena Queirós, editora do Diário Económico.
Os “Encontros Femina – Pensar, Querer, Realizar em Português”, pretendem estimular o relacionamento e a criação de uma rede de influências empresariais e sociais em ambiente cultural, empresarial e requintado, seguindo-se o jantar volante no restaurante panorâmico.

Maria Cândida Rocha e Silva nasceu em 9 de Janeiro de 1944 em Vila do Conde onde viveu até aos 10 anos. A família fixou-se nesse ano no Porto onde ainda hoje vive. Frequentou o Liceu Carolina Michaelis e o Colégio da Paz (Irmãs Doroteias). Licenciou-se em Filologia Românica na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
Em Janeiro de 1981 com a abertura da Bolsa de Valores do Porto, desempenhou durante anos o lugar de Corretora Oficial. Foi a primeira vez que uma mulher em Portugal foi aceite nesse cargo, e onde exerceu essas funções, em nome individual até 1991, ano em que fez uma sociedade com o Banco Santander.
Em 1994 nasceu a Sociedade Corretora L. J. Carregosa já sem sócios externos. Eram apenas os que consigo sempre tinham trabalhado. Esta sociedade transformou-se depois em Financeira de Corretagem, e no ano de 2008 em Banco Carregosa, onde ocupa o lugar de accionista e Presidente do Conselho de Administração.
Tem duas filhas e cinco netos, de quem muito se orgulha.

 

Para informações adicionais, por favor contactar pelo telefone: +351 91 287 10 44

Peça destaque do Museu do Oriente

Biombo namban
Biombo de seis folhas
Japão, período Edo (1615-1868)
Madeira (armação), papel, pigmentos e folha de ouro
176 × 381 cm
FO/0633
© Hugo Maertens/BNP Paribas

Especial apoio Parceiros